quarta-feira, 1 de outubro de 2008

MADAME GUYON (1648-1717)

Jeanne-Marie Bouvier de la Motte-Guyon nasceu na França, em 1648, e foi educada em conventos e desde pequena demonstrou desejo de ser fiel ao Senhor. Mas, por ser muito bonita e por ser atraída pelo mundo, muitas vezes esqueceu suas promessas de fidelidade a Jesus.
Casou-se com um homem inválido, 22 anos mais velho que ela, em 1664. Isso levou-a a buscar comunhão íntima com Deus. Em 1668, teve a plena experiência do amor de Cristo. Depois disso perdeu o interesse pelas coisas mundanas e gastava seu tempo em oração. Em 1670, foi vítima da forma mais virulenta de varíola, que destruiu sua beleza. "Mas a devastação exterior foi contrabalançada pela paz interior", ela testemunhou.

Até 1676, sofreu a perda de filhos, do marido, do pai e de uma grande amiga. Porém, tudo isso serviu apenas para que ela aprofundasse sua experiência com Deus. De 1674 a 1680 ela perdeu a presença de Deus, aprendendo, então, a andar por fé, não por sentimentos. Após isso, levou muitos à regeneração e a experiência da "morte do ego". O grande número de pessoas que, após ter contato com Madame Guyon, deixaram o mundanismo, o pecado e se consagraram a Deus despertou o ciúme de líderes católicos e mestres mundanos, que passaram a perseguir Guyon, Fénelon e La Combe, membros do clero católico que receberam sua ajuda.

Embora muito popular e admirada por muitos membros influentes na corte seus pontos de vista logo foram suspeitos de heresia, foi consequentemente, perseguida e aprisionada várias vezes. Manteve uma enorme correspondência e seus trabalhos preencheram quarenta volumes. Seus escritos mais famosos foram Um Método Muito Curto e Fácil de Orar e sua Autobiografia.

Foi denunciada como perigosa e seguidora de Molinos (aprisionado na mesma época, por escritos similares). Em conseqüência, foi presa e permaneceu na prisão por meses. O rei Luís XIV pediu pessoalmente ao Bispo Bossuet, o maior e mais famoso eclesiástico da França, que a examinasse. Este "exame" se transformou numa inquisição mental. Bossuet, a mente mais poderosa da França, achava estar lidando com uma mulher tola. Bossuet encontrou uma pessoa à sua altura, ou até melhor que ele. As conclusões de Bossuet a respeito desta mulher "perigosa" levaram Luís XIV a prender Jeanne Guyon, sem ao menos inquiri-la ou notificá-la a respeito. Mesmo com seu escritos condenados pelo alto clero católico, Madame Guyon continuou seus ensinamentos e por isso foi detida quatro vezes, a última das quais por quatro anos (1694-1702). Escreveu cerca de sessenta obras e compôs poemas e hinos como: "Eu amo o Senhor, mas não com meu amor" e "Longo mergulho na Aflição". Escreveu cartas para católicos e protestantes na França, Holanda, Alemanha e Inglaterra.

Em 1702 foi banida para Blois, onde passou o resto da sua vida a serviço do Senhor. Em 1717, aos 69 anos, faleceu, em perfeita paz.

Seus escritos como "Torrentes Espirituais", "Experimentando as Profundezas de Jesus Cristo" e "Experimentando Deus através da Oração", cheios de realidade espiritual, influenciaram grandemente homens como o Arcebispo Fénelon, John Wesley e Watchman Nee.

Deus a usou de forma especial para abrir caminho para a restauração da vida interior, da comunhão profunda com Ele, através da oração, da consagração plena, da santificação e do operar da cruz. Em nossos dias, estamos apenas começando a tocar no fluir das águas da verdadeira espiritualidade que Deus fez jorrar através dela.

Sua autobiografia, escrita especialmente para atender à insistência de seu mentor, o padre La Combe, é notoriamente reconhecida como um dos maiores clássicos cristãos. Em vários livros encontramos menções dispersas desta autobiografia e de seus escritos, tentando resumir sua vida e obra.

Como ela ressaltou: "Espero que o que escrevo não seja visto por ninguém que possa ofender-se com isso, ou que não esteja em condição de ver estes assuntos em Deus".

PENSAMENTOS DE MADAME GUYON

"A maioria dos cristãos não percebe que é chamada para uma relação mais profunda, interior, com o seu Senhor. Mas todos nós fomos chamados às profundezas de Cristo, tão certo como fomos chamados para a salvação".

"A vida do devoto é como uma torrente que abre seu caminho descendo das altas montanhas aos vales e fendas da vida, passando por várias experiências, até finalmente chegar a experiência espiritual da morte. A partir daí, a torrente experimenta a ressurreição e uma vida de acordo com a vontade de Deus, enquanto ainda passa por vários estágios de refinamento. Por fim, a torrente encontra seu caminho em direção ao vasto, ilimitado oceano. Mesmo ai ,a torrente não torna-se totalmente unificada com o vasto oceano, até que mais uma vez, passe pelas relações finais com Deus."

"Ao aproximar-se do Senhor, em oração, tenha o coração pleno de amor puro, um amor que nada procura para si próprio. Tenha um coração que nada retira do Senhor, mas que apenas quer agradá-Lo e fazer a sua vontade."

"Receba pela fé o fato de que qualquer coisa que lhe aconteça é o desejo Dele para você, nesse momento. Quando for ao Senhor dessa maneira, verá que seu espírito estará em paz, não importando qual seja a sua condição. Os tempos de sequidão serão a mesma coisa que os tempos de abundância, porque você terá aprendido a amar a Deus somente porque você o Ama, não por causa de suas dádivas, nem mesmo por sentir sua presença."

"Ó, que tu possas compreender a profundidade deste mistério e aprender os segredos da conduta de Deus, revelados às criancinhas, mas ocultos aos sábios e grandes deste mundo, que se consideram os conselheiros do Senhor, e capazes de investigar Seus métodos, e supõem que obtiveram essa divina sabedoria, oculta aos olhos de todos aqueles que vivem em si mesmos e estão envoltos em suas próprias obras. Quem, por um vivo engenho e elevadas faculdades, sobe ao Céu e pensa compreender a altura, profundidade e largura de Deus?"

"Ó Tu, Manancial de Amor! Pareces de fato tão zeloso pela salvação dos que tens comprado que preferes o pecador ao justo! O pobre pecador, que se vê vil e miserável, é, por assim dizer, forçado a detestar-se a si mesmo; e, vendo que seu estado é tão horrível, ele se lança, em seu desespero, nos braços de seu Salvador, mergulha na fonte de cura e sai dela 'branco como a neve'".

"Jesus Cristo foi o primeiro a entrar nessa experiência. Foi o Chefe de todos os abandonados, mas não esteve isento do cativeiro. Portanto, é impossível que tu estejas isento. Lembra-te sempre de que agradou-Lhe sair de todos os deleites que estavam ocultos no seio de Seu Pai para fazer-se o mais cativo de todos os homens. Lembra-te também que faz muito tempo que os patriarcas hebreus seguiram a mesma senda. Alegria, deleites… e cativeiro! Os primeiros crentes da nova aliança vieram e seguiram a ordem dos patriarcas e de seu Modelo divino, Jesus Cristo. Mas tu perguntarás: "Por que todos temos de passar por esse caminho? É para que todos cheguemos ao ponto da infelicidade?" Claro que não. O gozo é uma promessa na terra de Abraão, uma terra que está lá, além do cativeiro. Que terra é essa? Essa terra é possuir a Deus! Mas, ah, quanto há por fazer a fim de possuir essa terra! Há sofrimento que temos de conhecer!"

“Não se diz que não haja que atuar, senão que há que atuar em dependência do movimento da graça; a alma deve deixar-se mover pelo Espírito vivificante que há nela”.

“Não se trata de apartar-se do mundo, há que apartar-se de si mesmo”.

“Há que deixar que os homens pensem de nós o que queiram; não há que agradar os homens, senão a Deus”.

“A paz com Deus só pode ser perfeita mediante a total renúncia. Esta paz nos dá paz conosco mesmo e com o próximo”.

“A oração é o alimento da alma; quando nos privamos dela por nossa culpa, nos fazemos padecer fome a nós mesmos”.

"Sou um passarinho, sem campos, sem ar
Na minha gaiola sento-me a cantar
Para Quem aqui me aprisionou.
Bem satisfeito prisioneiro sou
E assim, meu Deus, quero Te agradar.

Aqui, nada tendo para realizar,
Todo o longo dia só posso cantar.
As minhas asas Ele amarrou,
Mas o meu canto muito O agradou,
Ainda Se curva pra me escutar.

Tu tens paciência para me escutar,
E um coração pronto para a mim amar.
Gostas de ouvir meu rude louvor
Pois sabes que o amor, quão doce amor!
Inspira todo esse meu cantar.

Preso na gaiola não posso sair,
Mas minha prisão não pode me impedir
A liberdade do coração
Que sempre voa em Tua direção,
Minh´alma livre, a Ti vai se unir.

Oh! Que gozo imenso poder me elevar
Para as alturas a Ti contemplar.
Tua vontade e desígnio amar
Minha alegria neles encontrar,
Livre, em Teus braços me aconchegar".

18 comentários:

Kenosis disse...

"Deus a usou de forma especial para abrir caminho para a restauração da vida interior, da comunhão profunda com Ele, através da oração, da consagração plena, da santificação e do operar da cruz."...Que maravilha!...Não conhecia essa grande alma santa...Sim, quanto é necessário esse aprofundamento na relação com o Amor nestes dias atuais...Quanto meu coração sente por isso quando pensa no mundo, nas almas...Peçamos a ela que interceda por todos nós! Gratíssima por este texto tão belo, formativo e edificante! Deus Amor lhe pague muito! Bjos carinhosos em Jesus e Maria Santíssima!

Maria disse...

Desde Outubro que espero a tua valiosa contribuiçãopara aumentarmos oconhecimento dos corações que nos preederam e de forma tão profunda no conhecimento do Amor.

Por favor,Gil,não desistas...

Maria disse...

CORRIGINDO:


Desde Outubro que espero a tua valiosa contribuição para aumentarmos o conhecimento dos corações que nos precederam e de forma tão profunda no conhecimento do Amor.

Por favor,Gil,não desistas...

Paulo Costa disse...

Muito agradecido pelo seu trabalho na divulgação destes testemunhos de vida cristã tão belos, profundos e enriquecedores.
Peço a Deus que lhe dê condições para prosseguir seu trabalho tão importante e edificante.

Abraço fraterno!

Anônimo disse...

Maravilhosa a forma que Deus usa todos que se dispõem. Abraços.

Joaocarlos Pio disse...

muito edificante Jesus esta sendo adorado nesta postagem glorias a ELE.

ADRIANA MONTREAL disse...

MUITO RICO AMEI, CONTINUA A POSTAR IRMAO, JESUS CRISTO É O SENHOR <3

lucia disse...

que grande intimidade com Deus tinha essa mulher!quero muito ler os seus escritos..

BRUNO FRANCO ROCHA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BRUNO FRANCO ROCHA disse...

Se você está lendo este texto e teve curiosidade para entender melhor. Se de alguma maneira o seu coração foi tocado pelas palavras de Deus na vida deste "vaso", Saiba, que é apenas o começo. Você tem que continuar. Tem que insistir! Se você chegou aqui é porque O Senhor quer te revelar algo maior. Se você tem buscado saiba que a porta se abrirá. Este é um trabalho totalmente do Espírito. Isto é uma revelação crescente e você entrará nela porque Ele está introduzindo você nisto. Um quebrantamento surgirá em seu interior de uma maneira nova e bem diferente ao ponto de você não ver muito disto em grupos ou em grandes Congregações. Este é um trabalho individual. Ele está separando Seu remanescente. Debulhando a colheita. Mas não se iluda. É um caminho muitas vezes de solidão. É um caminho de morte da velha natureza, de seus desejos mais escondidos. Ele está tratando com nosso EGO para nos libertar para Ele nos encher do Seu tesouro = Esta nova natureza! Você quer mais? Pare de buscar nos dogmas busque d'Ele. Foque n'Ele. Se entregue de uma vez por todas a Ele. "Diga a Ele, diante de você" quem você é. rompa com as algemas e suba deste mundo , deste sistema para um lugar onde você o verá.

BRUNO FRANCO ROCHA disse...

Se você está lendo este texto e teve curiosidade para entender melhor. Se de alguma maneira o seu coração foi tocado pelas palavras de Deus na vida deste "vaso", Saiba, que é apenas o começo. Você tem que continuar. Tem que insistir! Se você chegou aqui é porque O Senhor quer te revelar algo maior. Se você tem buscado saiba que a porta se abrirá. Este é um trabalho totalmente do Espírito. Isto é uma revelação crescente e você entrará nela porque Ele está introduzindo você nisto. Um quebrantamento surgirá em seu interior de uma maneira nova e bem diferente ao ponto de você não ver muito disto em grupos ou em grandes Congregações. Este é um trabalho individual. Ele está separando Seu remanescente. Debulhando a colheita. Mas não se iluda. É um caminho muitas vezes de solidão. É um caminho de morte da velha natureza, de seus desejos mais escondidos. Ele está tratando com nosso EGO para nos libertar para Ele nos encher do Seu tesouro = Esta nova natureza! Você quer mais? Pare de buscar nos dogmas busque d'Ele. Foque n'Ele. Se entregue de uma vez por todas a Ele. "Diga a Ele, diante de você" quem você é. rompa com as algemas e suba deste mundo , deste sistema para um lugar onde você o verá.

Tia Del disse...

Hoje,dia 13 de Agosto de 2014,através de uma irmã em Cristo, Bárbara,fui informada sobre Madame Guyon e confesso que a muito tempo, sinto esse desejo intenso de ter um relacionamento íntimo com Deus. Já conhecia o negar-se a se mesmo, diminuir o meu ego, pra Cristo crescer em mim. Estou ansiosa para ler as obras que ela escreveu e poder aprofundar na Palavra o meu relacionamento com o SENHOR.
Li seu texto avidamente e agradeço a Deus por ter te usado para
postá-lo.

Fabio Nogueira walnut bush disse...

Olá Gilberto obrigado por sua pesquisa tem sido de grande valia para uma serie de estudos que venho fazendo, porém peço que reveja e edite o texto mesmo ao inicio onde menciona a enfermidade de madame Guyon corrija se faz favor a data pois lá tem escrito 1970 ao invés de 1670.
Deus o abençoe!

Fábio Nogueira

Angelfam disse...

Olá Gilberto, maravilho seu blog, por favor continue atualizando e alimentando nosso entendimento com seu conhecimento de amor.

um qualquer disse...

Desgraçadamente o fanatismo católico não enxerga que a ICAR em condená-la, prova ser uma organização inimiga do Cristo.

Raul t. lima disse...

Madame Guyom que grande experiencia amor e relacionamento atravez da fé com Deus.
observo que ela realmente conseguia ver Jesus mesmo que o presepio tentava ocultalo.
ela conseguia ver o salvador, mesmo que papai noel com roupas vermelhas e se fazendo de bonzinho tentasse assumir o seu lugar de enviado de Deus.
mesmo que a religião inventasse e aceitasse OS RIDICULOS coelhinhos com seus ovinhos de chocolate.
para ofuscar a gloria da ressureição do Salvador, mesmo que colocasse a moça, que Deus usou para introduzi-lo no mundo, a o nivel de deusa, MADAME GUYOM entendeu que como diz as sagradas escrituras NINGUEM SUBIU AO CEU SE NÃO AQUELE QUE DESCEU DO CEU / OBS; NINGUEM SIGNFICA SEM EXCESSÃO AGORA TEMOS UM UNICO MEDIADOR ENTRE DEUS E OS HOMENS JESUS CRISTO HOMEM UM REPRESENTANTE DA RAÇA HUMANA ASSENTADO A DIREITA DE DEUS NAS ALTURAS, E DEUS LHE DEU TODO O PODER NA TERRA E NOS CEUS E DISSE QUE TODO JOELHO SE DOBRARA DIANTE DE JESUS E TODA A LINGUA CONFESSARA QUE JESUSCRISTO E O SENHOR O HOMEM CRIA OS SEUS PROPRIOS DEUSES E INTRODUZEM EM SUAS CASAS, MAS SÃO ESTAS IMAGENS COISAS DOS PAGÃOS IDOLATRAS QUE NA VERDADE NUNCA CONHECERAM A VERDADE E SÃO dEUSES DAS NAÇÕES COISAS DAQUELES QUE NÃO TEM A CERTEZA DA SALVAÇÃO TODAS ESTAS ESTATUAS FEITAS POR MÃO HUMANAS SERÃO TESTEMUNHAS CONTRA ELES NAQUELE DIA QUANDO VIER O NOSSO SUMO PASTOR JESUS CRISTO. AMEM

Anônimo disse...

estou cansado de tanto engano, a verdade é que o evangelho é a verdade; e para receber Jesus como seu salvador tem que morrer de verdade e isso significa renunciar tudo que vc creu até hoje e nuca te deu a certeza da salvação. eu nasci fui batizado minha mãe era devota de Judas Tadeu tinha muitas estatuas em casa, mas nos nunca antes tinhamos paz ou a certeza da salvação.
mas um dia ouvi a pregação do evangelho e entendi / que Deus encerrou a todos debaixo do pecado eu li na biblia quando o Senhor Jesus disse IDE POR TODO MUNDO PREGAI O EVANGELHO QUEM CRER E FOR BATIZADO SERA SALVO. E tambem que a salvação e individual cada um de nós dada conta de si mesmo, e tbm Jesus disse que se eu não nascesse de novo não poderia entrar no reino de Deus. então eu descobri que eu tinha que renunciar tudo aquilo que eu seguia pois na verdade eu nunca tinha me convertido eu fui introduzido quando era bebe e batizado ser ter conhecido a verdade, conhecereis a verdade e a verdadade voz libertara hoje sou um cristão sou livre tirei a idolatria e sigo a Jesus pela fé a cruz pra mim significa instrumento de morte e vergonha e não tem nem um poder na cruz SÓ JESUS SAVA este nome tem poder estou pregando o verdadeiro evangelho da convicção do pecado e do arrependimento a toda criatura.

william rodrigues de lima bezalel disse...

Muito bom....exemplar a vida da grande Madame.